New Law Annual Meeting: como foi o evento e suas novidades!

Erik Navarro Postado em 20/05/2019

O New Law Annual Meeting, que aconteceu no dia 27 de março de 2019, em São Paulo, foi tudo o que era esperado: brilhante! Não poderia mesmo ser diferente, afinal, o evento — que tem como proposta discutir tecnologia, inovação e o futuro da humanidade — reuniu as mentes mais excepcionais da atualidade. Grandes personalidades … Continued

Internet das Coisas e Direito: qual a relação entre esses dois panoramas?

Erik Navarro Postado em 22/04/2019

Você já ouviu falar em Internet das Coisas? Talvez tenha escutado, mas sabe exatamente o que é?

Uma coisa é certa: ela já faz parte do seu dia a dia de alguma forma. Desde as atividades mais corriqueiras, como assistir à TV, até a forma como você utiliza diversos serviços.

Inteligência Artificial no Direito: Entenda como a compra da área jurídica da Thompson Reuters pela EY reforça esse futuro.

Erik Navarro Postado em 09/04/2019

A EY, muito recentemente, comprou a área de serviços jurídicos da Thompson Reuters, a Pangea3. Isso comprova a tendência das chamadas Big4 de se expandirem para o mercado jurídico, além de apontar o norte de um futuro extremamente real e promissor – um Direito cada vez mais beneficiado pelo uso da tecnologia.

Qual é o futuro do direito? A evolução do direito no mundo hiperconectado

Erik Navarro Postado em 22/03/2019

A transformação digital está modificando a forma como nos relacionamos e convivemos em sociedade, com muita velocidade e exponencialmente. Isso significa que…

Thick Data e como as percepções humanas podem salvar o Big Data

Daniel Becker Postado em 02/03/2019

Não é exagero dizer que, embora muitas vezes não nos demos conta, os dados tratados por máquinas ditam o ritmo da sociedade moderna. Atividades como ofertas de cartão de crédito, cálculos do valor de seguros, recomendação de filmes e notícias são apenas alguns exemplos de sua aplicação.

Tecnologias de reconhecimento facial: segurança ou perigo?

Daniel Becker Postado em 02/01/2019

O sistema de reconhecimento facial surge como uma incógnita para os cidadãos, já que sua extensão ainda não foi integralmente esclarecida para a sociedade. O modelo tem sido utilizado pelo Poder Público, para fins de segurança nacional, e por empresas privadas, as quais se utilizam da tecnologia para impulsionar seus produtos e serviços.