como inovar na advocacia

 Como inovar na advocacia? Veja 5 dicas para se diferenciar

Daniel Becker Postado em 04/11/2019

Para entender como inovar na advocacia, é necessário, inicialmente, compreender o conceito de inovação. Mais ainda: saber que, embora seja essencial inovar, há outras práticas que também devem ser aplicadas para promover a diferenciação e garantir o destaque profissional que você merece.

A inovação na advocacia refere-se à utilização de novas ferramentas, estratégias e práticas que partem de mudanças profundas no pensamento e nas perspectivas adotadas acerca do setor e do seu próprio negócio. Dito de outra forma, ela implica na disposição para implantar alterações significativas, tanto em sua rotina pessoal quanto nos processos diários do escritório.

Pensando nisso, apresentamos, a seguir , 5 excelentes dicas para ajudar você a alcançar esse objetivo tão importante. Boa leitura!

1. Pensar fora da caixa

Na atual situação do mercado, no qual existem mais de 1 milhão de profissionais regularmente inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a capacidade de inovar deixou de ser um mero diferencial. Ela se converteu em uma necessidade absoluta.

Chegou o momento de pensar no seu escritório como uma organização empresarial. Isso significa, entre outros elementos, alinhar a identidade organizacional, implementar uma sólida estratégia de captação de clientes e assegurar a transparência necessária para obter a plena satisfação dos clientes.

Afinal, se as formas de atendimento e os processos internos permanecerem estanques, o seu escritório certamente perderá a oportunidade de consolidar vantagens competitivas.

2. Encontrar diferentes maneiras de solucionar os problemas

Para solucionar os problemas de forma inovadora, você deve sintonizar o seu modelo mental às ações práticas do escritório. Tenha em mente que de nada adiantará ser mais produtivo, se as ferramentas que viabilizam isso não forem priorizadas. Nesse sentido:

  • considere a intrínseca relação entre produtividade, metas e o crescimento do seu negócio: estratégia e foco aceleram o desenvolvimento, a produtividade permite que os objetivos sejam atingidos e as metas apontam os rumos a seguir;
  • entregue valor ao cliente em todas as etapas: você deve encontrar novas formas de entregar valor e, assim, surpreender os clientes na entrega dos resultados, nos follow ups, nos primeiros atendimentos, na recepção e em todos os demais momentos em que eles estabelecerão contato com a sua marca.

3. Usar novas ferramentas e tecnologias

As soluções tecnológicas de maior sucesso envolvem a utilização de chatbots e inteligência artificial (IA). Os chatbots são programas que executam ações programadas, geralmente, para simular conversas humanas em atendimentos virtuais via chat. Um de seus usos mais comuns consiste na resposta de dúvidas frequentes dos usuários de sistemas online, com diálogos previamente definidos entre o robô e os visitantes.

A IA, por sua vez, volta-se para a produção dos dispositivos que simulam a capacidade de cognição humana. Essas máquinas podem, assim, resolver problemas, tomar decisões e raciocinar.

4. Adquirir novos conhecimentos

A rotina, frequentemente, impede os advogados de vislumbrar para além da dinâmica de seus escritórios. A despeito do fato de que práticas inovadoras ocorrem a todo o momento e o acesso a elas pode inspirar e validar suas atividades, nem sempre é fácil quebrar essa barreira.

Por esse motivo, é imprescindível gerenciar o seu tempo, de modo a ter condições de participar de eventos relacionados aos ecossistemas de inovação, entrar em contato com novas ideias e adquirir novos saberes.

Não deixe de aproveitar, também, toda oportunidade de trocar experiências com seus pares, pois sempre haverá alguém que poderá ajudar a solucionar determinadas questões.

5. Conhecer o mercado e as brechas existentes nele

Avalie criteriosamente para onde tem caminhado a advocacia em sua região. Dessa forma, identifique as demandas mais prementes e as necessidades mais comuns dos seus clientes em potencial. Assistir e ler diversos veículos de comunicação também é muito importante para compreender o posicionamento das esferas federal, estadual e municipal do governo ante as questões-chave em que você pretende atuar.

Por fim, é necessário analisar as lacunas que podem ser preenchidas, catalogando as informações e dados necessários para concluir quais os melhores caminhos para investir.

Não se esqueça de que os operadores do Direito respondem a uma série de conflitos e anseios sociais. Entendê-los, portanto, é fundamental para saber quais são os campos de atuação mais rentáveis para ter como inovar na advocacia.

Gostou do artigo? Então, não perca a oportunidade de se aprimorar ainda mais: conheça as 7 habilidades do advogado do futuro!

Torne-se protagonista. Seja um New Lawyer
Fique por dentro de como o Direito está mudando no Brasil e no Mundo.
Receba nossa Newsletter.