Direito Digital: tudo o que o advogado precisa saber

Direito Digital: tudo o que o advogado precisa saber

Erik Navarro Postado em 02/10/2019

A procura por novas áreas de atuação tem sido uma constante na vida de muitos advogados, dado o elevado número de profissionais aptos a exercer a profissão. Em um mercado concorrido, o direito digital tem despontado como uma área de grande potencial de crescimento em decorrência do surgimento de inúmeras novas tecnologias.

Com elas também surgem novas regulações e incontáveis possibilidades de conflitos, que demandarão a participação de advogados na representação das partes envolvidas. Ainda não são conhecidos os limites para o desenvolvimento da tecnologia, mas é certo que as transformações propiciadas continuarão a significar novas oportunidades para profissionais de diversas áreas e do direito.

Continue a sua leitura e saiba mais sobre como o direito digital está alinhado com a advocacia do futuro. Confira!

As mudanças no direito e a atualização do advogado

A grande maioria dos profissionais do direito sabe que a atualização do conhecimento é uma necessidade constante para o pleno exercício de qualquer carreira jurídica. A sociedade em que vivemos é cada vez mais dinâmica, e as mudanças abrangem comportamento, concepções de mundo, alterações legislativas e jurisprudenciais, assim como o já mencionado surgimento de novas tecnologias.

Tudo isso deve seguir de forma afinada, para que exista unidade entre o ordenamento jurídico e as necessidades da vida dos indivíduos, que anseiam por segurança jurídica e garantias legais a serem propiciadas pela estrutura estatal. Ao mesmo tempo, várias mudanças foram visíveis pelos advogados, em especial a nova legislação processual civil e a reforma trabalhista, que impactaram a vida de todos os que exercem a profissão.

As principais formas de atualização abrangem a continuidade dos estudos de formação, como cursar uma pós-graduação que trabalhe com novos diplomas legais e um conteúdo aprofundado. Mudanças pontuais também podem ser supridas pela participação em palestras, seminários e cursos de curta duração.

Canais que transmitem as decisões dos tribunais superiores, como a TV Justiça, e do poder legislativo, a exemplo das TV’s Câmara e Senado, também são importantes para que o advogado acompanhe as discussões e decisões dos poderes judiciário e legislativo. Isso ajuda inclusive na hora de fundamentar uma peça jurídica, visto que seu conhecimento irá além do que diz um enunciado jurisprudencial ou dispositivo legal.

A disputa no mercado de trabalho

Estar em sintonia com as novas tendências e com o conhecimento atualizado também é um passo à frente para o advogado no mercado de trabalho. Como já mencionado, hoje mais de um milhão de profissionais aptos ao exercício da advocacia disputam um lugar ao sol em suas carreiras.

Com tantos profissionais no mercado, buscar novos nichos é uma forma de construir sua autoridade antes da maioria, e tal destaque pode refletir no sucesso ao procurar uma colocação profissional ou mesmo ao empreender de forma autônoma.

Independentemente da forma que o advogado busca para inserir-se no mercado, não deve dar margem para uma atuação obsoleta e facilmente substituível. Embora não seja uma profissão mercantil, a pretensão pela justa remuneração e pela ampliação da clientela deve fazer com que o advogado enxergue sua atuação profissional como um negócio como outro qualquer. Assim, sua sobrevivência dependerá da forma com que será feita a administração da própria carreira.

Nesse aspecto, uma boa estratégia para trabalhar com o direito digital pode representar um grande acerto, já que se trata de um nicho com um enorme potencial de crescimento e que ainda se encontra em uma fase incipiente. Para sair na dianteira, é o momento ideal, e os frutos dessa escolha serão colhidos em um futuro muito próximo.

Novidades e tendências do direito digital

A fusão entre direito e tecnologia não precisa ser discutida de forma abstrata, visto que as mudanças já começaram e podem ser percebidas facilmente por qualquer pessoa interessada. Abaixo, falaremos sobre algumas mais evidentes.

Criptomoedas

As criptomoedas ainda são uma novidade para a maior parte da população, que as enxerga de forma cética. Isso deve mudar nos próximos anos, pois a tendência natural é que o público fique melhor informado e que, a partir daí, cresça o interesse sobre elas.

Outra tendência para as criptomoedas é a incidência de regulação sobre elas, pois a sua relevância atrairá a atenção do Estado, seja para conseguir tirar proveito econômico por meio de tributos, seja para garantir a segurança dos usuários. Isso faz com que os preços também subam, pois significa desenvolvimento para esse mercado.

Essa é uma propensão dos governos de todo o mundo, especialmente com o surgimento da Libra, a criptomoeda criada pela maior rede social do mundo, o Facebook. Ela promete ser uma moeda global, com potencial de atingir bilhões de usuários.

Impressora 3D

Essa tecnologia já existe na maioria dos países, sendo utilizada inclusive para a criação de próteses médicas e em obras de engenharia. Mas a impressora 3D também poderá ser utilizada para a criação de armas de fogo, e isso esbarra na regulamentação de diversas nações, em especial aquelas que são mais criteriosas quanto à sua venda, posse e porte. Dessa forma, diversos litígios estão reservados para essa nova tecnologia.

Regulação e proteção de dados

A proteção do direito à privacidade serviu de fundamento para o aprimoramento da legislação sobre o uso e tratamento de dados dos usuários na Europa e no Brasil. Essa regulação gera penalidades para empresas que não se adequarem, e as consequências serão bastante onerosas para elas. Dessa forma, este também é um nicho que atrairá a atuação dos profissionais do direito.

Regulamentação de drones

Os drones são uma tecnologia já existente, que também pode gerar demandas em razão da violação do direito à privacidade. Além disso, normas sobre o voo também serão editadas, de forma a não causar acidentes para a aviação comercial. Basta por exemplo vislumbrar o peso da responsabilidade civil gerada para quem causar riscos à segurança de um avião de carreira para entender a importância da atuação do advogado nesses casos.

Com o surgimento de novas tecnologias, a revolução digital e as mudanças em nossa sociedade, o direito digital tem se tornado cada vez mais importante, tanto para pessoas físicas quanto para empresas e outras organizações. Nesse contexto, adquirir novos conhecimentos nessa área é hoje fundamental para uma carreira bem-sucedida no direito, representando excelentes oportunidades para os profissionais.

Se você deseja sair na frente desse mercado em franca expansão e saber tudo sobre direito digital, entre em contato conosco! Nós estamos preparados para inserir você na advocacia do futuro!

Torne-se protagonista. Seja um New Lawyer
Fique por dentro de como o Direito está mudando no Brasil e no Mundo.
Receba nossa Newsletter.